Quarta, 22 de Setembro de 2021 01:21
67984690667
Geral Pará

Preamar da Criatividade reúne arte e cultura no Complexo Feliz Lusitânia

Públicos e empreendedores aprovaram a iniciativa, que fortalece os segmentos de cultura alimentar, moda autoral, acessórios e cosméticos

02/08/2021 22h50
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), iniciou o segundo semestre movimentando a economia criativa em Belém. No último domingo (1º), cerca de 2.500 pessoas estiveram na Praça da Fonte - área externa do Espaço Cultural Casa das Onze Janelas -, para participar de mais uma edição do Preamar da Criatividade. A ação, realizada com a rede de parceiros formada pelo Sebrae Pará (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Projeto Empório Sustentável, da Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural) e Projeto Beirando a Moda, reuniu 12 empreendimentos de vários segmentos, como cultura alimentar, moda autoral, acessórios e cosméticos, que movimentaram aproximadamente R$ 10 mil.

A programação movimentou a feirinha e os museus do Complexo Feliz Lusitânia, na Cidade Velha
A programação movimentou a feirinha e os museus do Complexo Feliz Lusitânia, na Cidade Velha - (Foto: Mário Quadros / Ag. Pará)

O Preamar da Criatividade fortaleceu a movimentação no Complexo Feliz Lusitânia, no bairro da Cidade Velha, dentro da programação Domingo da Gratuidade, outra iniciativa da Secult, por meio do Sistema Integrado de Museus e Memoriais (SIMM), que levou quase 1.400 pessoas aos espaços museais do Sistema Integrado.

Uma das visitantes foi a pedagoga Rita Almeida, 27 anos, que além de conhecer os museus do Complexo, aproveitou para fazer compras na feirinha. “É uma ideia louvável, porque traz mais alegria e movimento aos nossos equipamentos de cultura. Ações desse tipo tornam esses espaços muito mais interessantes. Foi uma surpresa adorável, e tomara que seja mais comum daqui pra frente”, disse a pedagoga.

Oportunidade que também foi aproveitada pelos expositores, como Nai Nóvoa, do Garden Art. “Foi realmente um sucesso! Tivemos uma conversão incrível de vendas, e um dia inteiro para consumo de arte e cultura. Estar de frente para o rio no píer da Casa das Onze Janelas é um espetáculo ao pôr do sol. Somando a isto, tem o incentivo da gratuidade para que nossos museus sejam visitados, música ao vivo e exposição da rede criativa de Belém. Fazedores de arte autoral que tiveram a oportunidade de fomentar seus negócios e converter muitas vendas. Temos as raízes fincadas nos rios e olhar contemporâneo ao potencial de nossa cidade”, destacou a empreendedora.

Calendário permanente- Devido ao êxito do evento, a Secretaria de Cultura definiu um calendário permanente, alternando entre espaços como Praça da Fonte, na Casa das Onze Janelas, e o Porto Futuro, abrindo oportunidade para artesãos credenciados pela Secult, por meio do Mapa Cultural.

Peças comercializadas no Preamar da Criatividade
Peças comercializadas no Preamar da Criatividade - (Foto: Mário Quadros / Ag. Pará)

“Estamos retomando às atividades presenciais com cautela e avaliação permanente. O Domingo da Gratuidade já vinha dando bons resultados, oportunizando aos grupos de visitantes um circuito cultural mais amplo nos quatro museus do Complexo Feliz Lusitânia. Com esse atrativo charmoso da economia criativa, fruto do talento de artistas e artesãos paraenses, somado ao melhor da nossa música instrumental, a visita fica perfeit! Aí é só torcer pelo pôr do sol”, disse a secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal.

Atualmente, 1.200 artesãos estão cadastrados pela Secult e aptos a participar dos projetos que valorizam e fortalecimento as expressões culturais e artísticas no Estado. O credenciamento de novos candidatos prossegue nos Mapas Culturais -https://mapacultural.pa.gov.br/

Texto: Josie Soeiro (Ascom/Secult)

Por Iego Rocha (SECULT)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.