Quarta, 22 de Setembro de 2021 00:50
67984690667
Agricultura Rio Grande do Sul

Emater/RS-Ascar reinaugura escritório central na capital

Depois de dois anos de obras, o prédio do escritório central da Emater/RS-Ascar foi reinaugurado na tarde desta segunda-feira (2/8).

02/08/2021 18h36
Por: Redação Fonte: Secom Rio Grande do Sul
Prédio foi reformado depois que um incêndio atingiu grande parte da edificação em 2018 - Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini
Prédio foi reformado depois que um incêndio atingiu grande parte da edificação em 2018 - Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

Depois de dois anos de obras, o prédio do escritório central da Emater/RS-Ascar foi reinaugurado na tarde desta segunda-feira (2/8). O evento contou com a participação do governador Eduardo Leite, da secretária da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Silvana Covatti, e do presidente da Emater/RS, Geraldo Sandri. Localizado no bairro Menino Deus, em Porto Alegre, o edifício foi acometido por um incêndio em junho de 2018.

“É fundamental que possamos ofertar toda a assistência técnica e o trabalho da extensão rural lá na ponta, auxiliando nossos produtores a terem melhores condições de extrair da terra, com mais produção e qualidade, uma melhor renda possível do seu pedaço de chão, tudo isso com respeito à natureza e ao meio ambiente”, afirmou o governador, depois de conhecer as novas instalações.

Leite disse que é preciso preservar para viabilizar a continuidade com sustentabilidade da propriedade em benefício próprio e de toda a coletividade. “E para tudo isso dar certo e funcionar bem, é preciso um local de trabalho adequado, com qualificação da estrutura, para que esteja à altura do trabalho feito pela Emater, proporcionando conforto e segurança aos empregados”, afirmou.

Leite disse que é fundamental ofertar assistência técnica e trabalho da extensão na ponta, auxiliando os produtores
Leite disse que é fundamental ofertar assistência técnica e trabalho da extensão na ponta, auxiliando os produtores - Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

Para a secretária Silvana, é gratificante ver a construção de uma casa sólida e empreendedora. “Como é bom fazer parte de um governo que dá resultados e no qual vale a pena fazer gestão. Um Estado no qual temos homens e mulheres que trabalham para a qualidade de vida do seu povo. Como secretária, tenho um reconhecimento especial pelo trabalho da Emater, técnico e dedicado dos profissionais que estão lá na ponta, visitando, orientando e levando a técnica e conhecimento ao produtor rural para cada ano melhorarem mais a produção e produtividade, batendo recorde em plena pandemia”, comemorou.

A volta dos funcionários ao prédio vem ocorrendo desde meados de julho e deve ser concluído em agosto, observando os protocolos de saúde. O presidente da Emater relembrou o incêndio ocorrido em 2018 e os esforços demandados para reinaugurar a estrutura. “O retorno ao prédio representa a união e elevação da autoestima de quem passou os últimos anos trabalhando em diversos espaços públicos pela cidade. Agora, todos estamos próximos novamente em um prédio novo, moderno, seguro e confortável, com as condições adequadas de proximidade e trabalho”, finalizou Sandri.

Representante da Assembleia Legislativa e ex-presidente da Emater, o deputado estadual Clair Kuhn entregou a medalha da 55ª Legislatura para homenagear a Emater/RS-Ascar. “Esta é a casa dos extensionistas, é a casa da extensão rural, é a casa da agricultura familiar. É também a casa de onde se produz renda. É daqui que se tem assistência social gratuita, que gera o alimento que chega à nossa mesa. Por isso, propus que a medalha fosse entregue justamente neste momento, para enaltecer cada extensionista que faz parte desta família”, enfatizou.

Também estiveram presentes os diretores técnico e administrativo, Alencar Rugeri e Lino Hamann, além de outras autoridades e funcionáris da Emater.

Histórico

O prédio do escritório central da Emater/RS-Ascar foi construído entre 1980 e 1982, sendo inaugurado em fevereiro do ano seguinte. A construção foi realizada com recursos da Embrater/Bird, com contrapartida do governo do Estado, que doou o terreno, localizado na rua Botafogo esquina com a Érico Veríssimo, no bairro Menino Deus, em Porto Alegre. Na época, a instituição integralizou os valores finais com recursos próprios.

Em 27 de junho de 2018, um incêndio, segundo laudos, fruto de sobrecarga elétrica, atingiu grande parte da edificação e do acervo técnico e material mantido no prédio. De acordo com o diretor administrativo em exercício, Lino Hamann, por conta da idade do prédio (cerca de 40 anos), a diretoria resolveu incluir na reforma a recuperação total da edificação. “Para isso foram utilizados materiais modernos antichamas, antirruídos e antiderrapantes, para atribuir maior segurança aos usuários", ressalta Hamann.

A obra, que levou cerca de dois anos para ser concluída, passou por diversas fases: desocupação do prédio (móveis, objetos e acervos); recuperação estrutural (execução do projeto técnico); planejamento e execução dos projetos complementares (arquitetônico, elétrico, hidráulico, climatização, elevadores, PPCI). Os projetos foram elaborados pela TR Engenharia e executados pela LBF Engenharia.

Texto: Taline Schneider/Ascom Emater/RS-Ascar
Edição: Secom

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.