CANAL SUPINANDO
ESPORTE OPEN PANTANAL 970X250
Benefícios

Exercícios ajudam na luta contra a depressão

Se exercitar estimula a produção do hormônio da felicidade!

03/09/2019 15h45Atualizado há 6 meses
Por: Jean Hipólito

O exercício certamente não é um remédio para a depressão, mas um estudo publicado no Journal of Sport and Exercise Psychology descobriu que os exercícios que estimulam o coração e estimulam a endorfina realmente promovem a felicidade. 

Pesquisadores dizem que mais pessoas fisicamente ativas relataram sentimentos gerais de entusiasmo maiores do que pessoas menos ativas. E além de seu efeito protetor contra os sentimentos de depressão, o exercício pode reduzir o estresse e ajudá-lo a garantir uma noite de sono melhor. É por isso que sua rotina de exercícios preferida pode ser um excelente complemento para o seu plano de tratamento para a depressão.

Aqui estão 5 grandes exercícios para ajudar a aliviar os sintomas de depressão. 

Corridas 

Quando se trata de exercícios que combatem a depressão, exercícios aeróbicos e cardio têm a vantagem. Embora a "dose" correta de exercícios de combate à depressão esteja em debate, alguns especialistas recomendam de 20 a 30 minutos a maioria dos dias da semana. Uma revisão recente de numerosos estudos científicos não encontrou associação entre o nível de intensidade do exercício e seu benefício emocional - então simplesmente mover mais é um ótimo começo. 

Já ouviu falar de alta do corredor? “O exemplo mais tangível de exercício estimulando certas substâncias químicas cerebrais é a alta do corredor, que muitos atletas relatam experimentar uma vez atravessando um certo limiar de esforço durante a corrida”, explica Muzina. Essa euforia é devida à liberação de endorfinas no cérebro em resposta à atividade física sustentada. 

"Endorfinas são morfina natural do nosso corpo e, quando liberadas por glândulas especiais em nossos cérebros, podem produzir uma sensação de bem-estar ou alegria e também diminuir os níveis de dor."  

Construa seus músculos 

Aumentar sua força, aumentar sua felicidade? Um estudo recente de 45 sobreviventes de AVC com depressão descobriu que um programa de treinamento de força de 10 semanas ajudou a reduzir os sintomas de depressão (entre inúmeros outros benefícios). 

Só não se esqueça de começar devagar e usar a ajuda de um personal trainer, se necessário. 

Yoga 

Em um estudo com 65 mulheres com depressão e ansiedade, as 34 mulheres que fizeram uma aula de ioga duas vezes por semana durante dois meses mostraram uma diminuição significativa nos sintomas de depressão e ansiedade, em comparação com as 31 mulheres que não estavam na classe. 

Tai Chi 

Como a ioga, os movimentos lentos e suaves do tai chi são outra tradição oriental que pode ajudá-lo a libertar-se da depressão ou do transtorno depressivo maior. 

Em um estudo com 14 pacientes chineses idosos com depressão, aqueles que tomaram tai chi durante um período de três meses mostraram uma melhora significativa em seus sintomas de depressão. Os pesquisadores teorizaram que os aspectos sociais do tai chi, que são feitos em grupos, também podem ter desempenhado um papel na sua eficácia. 

Comece sua caminhada 

Simplesmente colocar um pé na frente do outro pode ser o truque para se sentir melhor - isso é porque andar é um exercício aeróbico que é adequado para quase todos. Só é preciso um par de sapatos confortáveis ​​e de apoio, e você está pronto para ir. 

Nos siga nas Redes @colunasupinando